Domingo, 7 de Dezembro de 2008

Lapsos de tempo na Natureza

publicado por Alanys às 22:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Segunda-feira, 29 de Setembro de 2008

Girassol

 

Tanto tempo que não vinha aqui! Até já tinha esquecido a password.  

Fica aqui hoje a minha flôr.

sinto-me:
tags:
publicado por Alanys às 19:33
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Agosto de 2008

Carta ao BES

*(Esta carta foi direccionada ao banco BES, porém devido à criatividade com que foi redigida, deveria ser direccionada a todas as instituições financeiras.)*
 
 Exmos. Senhores Administradores do BES
 
 Gostaria de saber se os senhores aceitariam pagar uma taxa, uma pequena taxa
mensal, pela existência da padaria na esquina da v/. Rua, ou pela existência do posto de gasolina ou da farmácia ou da tabacaria, ou de qualquer outro desses serviços indispensáveis ao nosso dia-a-dia.
 
 Funcionaria desta forma: todos os senhores e todos os usuários pagariam uma pequena taxa para a manutenção dos serviços (padaria, farmácia, mecânico, tabacaria, frutaria, etc.). Uma taxa que não garantiria nenhum direito extraordinário ao utilizador. Serviria apenas para enriquecer os  proprietários sob a alegação de que serviria para manter um serviço de alta qualidade ou para amortizar investimentos. Por qualquer outro produto adquirido (um pão, um remédio, uns litro de combustível, etc.) o usuário  pagaria os preços de mercado ou, dependendo do produto, até ligeiramente acima do preço de mercado.
 

Que tal?
 
 Pois, ontem saí do BES com a certeza que os senhores concordariam com tais  taxas. Por uma questão de equidade e honestidade. A minha certeza deriva de um raciocínio simples.
 
 *Vamos imaginar a seguinte situação: eu vou à padaria para comprar um pão. O padeiro atende-me muito gentilmente, vende o pão e cobra o serviço de  embrulhar ou ensacar o pão, assim como todo e qualquer outro serviço. Além disso impõe-se taxas de. Uma ‘taxa de acesso ao pão’, outra ‘taxa por guardar pão quente’ e ainda uma ‘taxa de abertura da padaria’. Tudo com  muita cordialidade e muito profissionalismo, claro. *
 
 Fazendo uma comparação que talvez os padeiros não concordem, foi o que ocorreu comigo no meu Banco.
 
 *Financiei um carro, ou seja, comprei um produto do negócio bancário. Os  senhores cobram-me preços de mercado, assim como o padeiro cobra-me o preço de mercado pelo pão. *
 
 *Entretanto, de forma diferente do padeiro, os senhores não se satisfazem cobrando-me apenas pelo produto que adquiri.*
 
 *Para ter acesso ao produto do v/. negócio, os senhores cobram-me uma ‘taxa de abertura de crédito’-equivalente àquela hipotética ‘taxa de acesso ao pão’, que os senhores certamente achariam um absurdo e se negariam a pagar *
 
 Não satisfeitos, para ter acesso ao pão, digo, ao financiamento, fui obrigado a abrir uma conta corrente no v/. Banco. Para que isso fosse possível, *os senhores cobram-me uma ‘taxa de abertura de conta’. *
 
 *Como só é possível fazer negócios com os senhores depois de abrir uma conta, essa ‘taxa de abertura de conta’ se assemelharia a uma ‘taxa de abertura de padaria’, pois só é possível fazer negócios com o padeiro,  depois de abrir a padaria. *
 
 Antigamente os empréstimos bancários eram popularmente conhecidos como ’Papagaios’. Para gerir o ‘papagaio’, alguns gerentes sem escrúpulos cobravam ‘por fora’, o que era devido. Fiquei com a impressão que o Banco  resolveu antecipar-se aos gerentes sem escrúpulos. Agora, ao contrário de ’por fora’ temos muitos ‘por dentro’.
 
 *Pedi um extracto da minha conta - um único extracto no mês - os senhores  cobram-me uma taxa de 1 EUR. Olhando o extracto, descobri uma outra taxa de 5 EUR ‘para manutenção da conta’ - semelhante àquela ‘taxa de existência da padaria na esquina da rua’. *
 
 *A surpresa não acabou. Descobri outra taxa de 25 EUR a cada trimestre - uma taxa para manter um limite especial que não me dá nenhum direito. Se eu utilizar o limite especial vou pagar os juros mais altos do mundo.  Semelhante àquela ‘taxa por guardar o pão quente’. *
 
 *Mas os senhores são insaciáveis.*
 
 *A prestável funcionária que me atendeu, entregou-me um desdobrável onde sou informado que me cobrarão taxas por todo e qualquer movimento que eu fizer.
 
 *Cordialmente, retribuindo tanta gentileza, gostaria de alertar que os senhores se devem ter esquecido de cobrar o ar que respirei enquanto estive nas instalações de v/. Banco. *
 
 *Por favor, esclareçam-me uma dúvida: até agora não sei se comprei um financiamento ou se vendi a alma?*
 
 Depois de eu pagar as taxas correspondentes talvez os senhores me respondam  informando, muito cordial e profissionalmente, que um serviço bancário é muito diferente de uma padaria. Que a v/. responsabilidade é muito grande, que existem inúmeras exigências legais, que os riscos do negócio são muito elevados, etc., etc., etc*. **e que apesar de lamentarem muito e de nada poderem fazer, tudo o que estão a cobrar está devidamente coberto pela lei, regulamentado e autorizado pelo Banco de Portugal.* Sei disso, como sei  também que existem seguros e garantias legais que protegem o v/. negócio de todo e qualquer risco. Presumo que os riscos de uma padaria, que não conta com o poder de influência dos senhores, talvez sejam muito mais elevados.
 
 *Sei que são legais, mas também sei que são imorais. Por mais que estejam protegidos pelas leis, tais taxas são uma imoralidade. O cartel algum dia vai acabar e cá estaremos depois para cobrar da mesma forma. *

(desconheço o autor)

tags: ,
publicado por Alanys às 22:01
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 21 de Agosto de 2008

Hitler nas Olimpíadas 2008

.....afinal não somos só nós que reclamamos...!
E se Hitler torcesse por Portugal?

sinto-me:
publicado por Alanys às 12:12
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Sábado, 16 de Agosto de 2008

O leão reconhece os velhos amigos

A história: Encontrado abandonado quando era filhote, este leão foi criado por dois rapazes. Quando cresceu, foi deixado na floresta para que se reacostumasse à vida selvagem. Um ano depois, os dois rapazes foram ao local onde os haviam soltado, para o ver e verificar como ele estava. Este vídeo mostra imagens de antes e depois o reencontro do leão com seus "pais adoptivos"... Desmente todos os que acham que os animais não têm raciocínio nem inteligência, e agem apenas por instinto..

tags: ,
publicado por Alanys às 17:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Agosto de 2008

Lendas e folclore na net

 

Um site brasileiro que pretende ajudar a manter a net livre de spams e falsos boatos, e desmascara muitas mentiras que andam pela net e encontram sempre uma alma que acredita. No inicio da net eu era uma dessas almas. 

 

http://www.quatrocantos.com/LENDAS/index_recentes.htm

 

Acabo de receber esta mentira da Ericsson e segundo o site este boato nasceu em abril de 2000.

 

 

A empresa Ericsson está distribuindo gratuitamente 'lap tops' - computadores portáteis, com o objetivo de se equilibrar com a Nokia, que está fazendo o mesmo. A Ericsson deseja assim aumentar sua popularidade. Por esse motivo, está distribuindo gratuitamente o novo Lap Top WAP. Tudo o que é preciso fazer é enviar uma cópia deste e-mail para 8 (oito) conhecidos.


Dentro de 2 (duas) semanas você receberá um Ericsson T18.

Se a mensagem for enviada para 20 (vinte) ou mais pessoas, você poderá

receber um Ericsson R320.


Importante!


É preciso enviar uma cópia do e-mail para

Anna.swelung@ericsson.com

 

 

Esta lenda tem já oito anos e ainda mexe!


publicado por Alanys às 19:01
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|
Quinta-feira, 14 de Agosto de 2008

Paco de Lucía, Concerto de Aranjuez Part3

publicado por Alanys às 22:37
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
|

Paco de Lucía, Concerto de Aranjuez Part2

publicado por Alanys às 22:34
link do post | comentar | favorito
|

Paco de Lucia Concierto de Aranjuez Part.1

 

publicado por Alanys às 18:57
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quarta-feira, 13 de Agosto de 2008

Nasceu o meu Blogue!

.

 

tags: ,
publicado por Alanys às 22:16
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Dezembro 2008

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
12
13

14
15
16
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


.posts recentes

. Lapsos de tempo na Nature...

. Girassol

. Carta ao BES

. Hitler nas Olimpíadas 200...

. O leão reconhece os velho...

. Lendas e folclore na net

. Paco de Lucía, Concerto d...

. Paco de Lucía, Concerto d...

. Paco de Lucia Concierto d...

. Nasceu o meu Blogue!

.arquivos

. Dezembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

.tags

. todas as tags

.favorito

. A culpa foi do árbitro

. Vídeos em 2 passos

. Os destaques de hoje...

. Nasceu o meu Blogue!

blogs SAPO

.subscrever feeds